18
Março
2021
0
//www.danilomachado.com.br/media/user/images/original/como-economizar-dinheiro-para-patrimonio-g8.jpg

"De de grão em grão a galinha enche o papo." Será mesmo?!

Criado: 18 Março 2021 | Atualizado: 18 Março 2021
Tamanho da fonte
pequena
normal
grande
Versão para impressão
imprimir
Como economizar dinheiro para aumentar seu patrimônio.

Este é um velho ditado, que de tão popular já se enraizou tão profundamente em nosso inconsciente que podemos afirmar, com toda certeza, que ganhou o status de paradigma. Paradigma, para quem não se lembra, é uma ideia ou conceito pré estabelecido que tendemos aceitar como uma verdade absoluta.

Mas então!? Será que a ideia de economizar dinheiro, cortar pequenas despesas que parecem insignificantes como o cigarro e o cafezinho e poupar de pouquinho a pouquinho todos os meses funciona mesmo?

Eu fiz alguns cálculos e cheguei à seguinte conclusão, confira comigo.

Vou tomar como base um jovem casal que acabou de se casar e estão começando uma nova vida juntos, possuem uma renda familiar mensal de R$10.000,00 ( dez mil reais ) e eles tem como objetivo ao se aposentarem possuir uma renda familiar equivalente a que eles tem hoje, ou seja: R$10.000,00 (dez mil reais) por mês.
Eles sabem que se sua aposentadoria acontecesse hoje eles iriam receber o equivalente a 40% dos seus salários, isto é, R$4.000,00 (quatro mil reais) por mês. Então, para atingirem sua meta, eles precisam acumular um patrimônio que lhes dêem um retorno financeiro de R$6.000,00 (seis mil reais) por mês.

Considerando um rendimento médio de 0,8% ao mês, o patrimônio a ser acumulado por eles está na ordem de R$750.000,00 (setecentos e cinquenta mil reais).

R$750.000,00 x 0,8% = R$6.000,00

Será que seria possível, apenas economizando nas pequenas coisas do dia a dia, poupar este valor num prazo de 30 a 40 anos?

Para responder a esta pergunta eu usei a seguinte metodologia :

Fiz uma pesquisa com alguns amigos e clientes que estão nesta faixa de renda e considerei apenas seus gastos com supérfluos, como gastos com churrascos de fim de semana, idas à praia e restaurantes, comida entregue em casa, cafezinho, e tirei a média de gastos em cada um destes eventos e chegamos aos seguintes números:

Consumo mensal com cerveja - R$120,00
Consumo mensal com outras bebidas alcoólicas - R$180,00
Consumo mensal com bares e restaurantes - R$600,00
Consumo mensal com cafeteria e lanchonete - R$280,00
Total: R$1.180,00

Então o que vou sugerir aqui, não é que você mude seus hábitos ou faça qualquer tipo de sacrifício, que na prática sabemos que nem eu nem você queremos fazer.

Tudo que você precisa fazer é reduzir esses consumos numa ordem de 30% e pronto! Eu não estou falando para você parar de tomar sua cerveja, parar de ir na cafeteria e nem deixar de comer em seu restaurante preferido. O que eu estou sugerindo é que ao invés de tomar 10 latinhas de cerveja no churrasco, você passe a tomar 7 latinhas; ao invés de pedir pizza em casa quatro vezes por mês, mude para três vezes apenas.
Observe também, que eu estou falando aqui apenas de alguns supérfluos, você pode encontrar muito mais dinheiro se começar a garimpar em outras áreas do seu orçamento e passar a economizar um pouco mais em ítens como: energia elétrica, combustível, serviços de TV por assinatura, etc... Mas isso é assunto que rende outro artigo.

Então economizando 30% destas despesas, além de estar zelando melhor da própria saúde, o casal em questão consegue poupar facilmente R$354,00 (trezentos e cinquenta e quatro reais) por mês, que se aplicados mensalmente e obtendo uma rentabilidade média de 0,8% ao mês ao cabo de 362 meses (pouco mais de 30 anos) eles teriam acumulado um patrimônio de R$753.549,52 (setecentos e cinquenta e três mil quinhentos e quarenta e nove reais e cinquenta e dois centavos). O que dá um pouquinho mais do valor que eles tinham como meta lá no início.

Portanto, não subestime o poder acumulativo dos juros compostos e tenha como certa e verdadeira a afirmação de que de grão em grão, sim, a galinha enche o papo.

Grande abraço,

Danilo Machado - educador financeiro.

O que você achou desta informação?


0

 

Comentários

Faça parte da notícia, deixe seu comentário, expresse sua opinião.
E-mail protegido, também não gostamos de SPAM

Sua mensagem foi enviada com sucesso!