21
Dezembro
2015
0
//www.danilomachado.com.br/media/user/images/original/imagens_blog001_n8.png

ALUGAR OU FINANCIAR?

Criado: 21 Dezembro 2015 | Atualizado: 17 Dezembro 2019
Tamanho da fonte
pequena
normal
grande
Versão para impressão
imprimir
É chegada a hora de dar aquele passo mais largo, morar sozinho, se mudar para uma nova cidade ou começar aquele relacionamento sério. Daí surge aquela dúvida na hora de escolher o imóvel: eu alugo ou financio?

É chegada a hora de dar aquele passo mais largo, morar sozinho, se mudar para uma nova cidade ou começar aquele relacionamento sério. Daí surge a grande dúvida na hora de escolher um imóvel: eu alugo ou financio?
Neste momento tem-se que se fazer algumas considerações:
1° Como me sinto em ralação a posse dos bens?
2° O quanto sou disciplinado financeiramente?
Se você pedir conselhos para alguém que nasceu logo após a segunda guerra mundial - geração baby boomer - certamente esta pessoa possui um forte desejo em obter a posse das coisas. Para se sentir bem consigo mesmo ela precisa ver o documento do carro em seu nome, dinheiro investido em imóveis e terrenos ou qualquer coisa que seja tangível. Provavelmente dirá para você: filho(a) você precisa morar no que é seu! Se você nasceu depois de 1985 - geração Y ou Z - já pegou uma economia mais estável e portanto o seu modelo mental é mais para o benefício do bem do que a posse em sí. Você, provavelmente, não se importa em não ver seu nome no documento do carro ( se pudesse alugaria um somente quando necessário ), não pensa em investimentos que lhe trarão obrigações como imóveis ou uma fazenda de gado. A sua vibe é ter o dinheiro em um lugar que lhe garanta um bom rendimento e boa liquidez, para que você tenha o máximo de tempo livre possível para desfrutar das coisas boas da vida, como viajar e curtir o seu hobby preferido.
Logo, as pessoas guiadas por uma mentalidade da geração Baby boomer se sentirão mais em paz com um financiamento imobiliário; as de mentalidade Y-Z, com um aluguel.
No entanto quando analizamos apenas os números é muito mais inteligente você alugar e ao mesmo tempo fazer uma aplicação com o que sobra. Mas para isso, você terá que ter uma certa disciplina que será muito bem recompensada ao final do processo.

Observe os números:

Considerando um mesmo imóvel de R$250.000,00 nas duas situações:

FINANCIAMENTO

Entrada mínima: R$50.000,00
Valor financiado: R$200.000,00
Valor médio das parcelas no 1° ano: R$ 2.200,00
Total pago das parcelas em 35 anos: R$575.836,98
TOTAL PAGO: R$625.836,98

ALUGUEL + PLANO DE INVESTIMENTO

Valor do aluguel ( o,4% do valor do imóvel) : R$1.000,00
Valor que seria destinado as parcelas do financiamento: R$2.200,00
Valor disponível para o plano de investimento: R$ 2.200,00 - R$1.000,00 = R$1.200,00
Valor arredondado destinado a uma aplicação a 0,8% = R$1.000,00
R$1.000,00 x 0,8% x 137 meses = TOTAL: R$ 252.352,51

Perceba que com apenas 11,5 anos você já teria o suficiente para quitar o imóvel a vista e ainda economizaria R$373.484,47

Att,
Danilo Machado

Obs.: no cálculo estamos desconsiderando inflação do período e a valorização/desvalorização do bem.

O que você achou desta informação?


0

 

Comentários

Faça parte da notícia, deixe seu comentário, expresse sua opinião.
E-mail protegido, também não gostamos de SPAM

Sua mensagem foi enviada com sucesso!